Eventos

Festival da Nossa Terra

A luz é intensa, as folhas passam de verde a amarelo, laranja, vermelho, púrpura... é tempo de ceder ao sentimento arcaico de acção de graças…

O tema é o vinho, tradições regionais e culturas diferentes, expressas em música e nos trajes nacionais.

Os sons familiares dos vindimadores a conversar, o corte das tesouras de poda através das vinhas e o motor do tractor a surgir na distância, à medida que as uvas estão a ser trazidas para a Adega lembram-nos que mais uma dura campanha vitícola está a culminar no seu momento de glória, a vindima.

A luz é intensa, as folhas passam de verde a amarelo, laranja, vermelho, púrpura... é tempo de ceder ao sentimento arcaico de acção de graças, a um sentimento de "saudades" de estar novamente com a família e com os amigos, de festejar a colheita e de gozar as coisas boas da vida.

Madrugadas, noitadas - plantio, gestão dos arames, escolha, selecção, desengace, trituração, pisa, fermentação, prensagem, e tudo de novo; desinfecção - os aromas do vinho a fermentar no ar, mãos e pés pintados com aquela cor violeta, os brindes garantidos dos trabalhadores da adega.

Chega Outubro e preparamo-nos para o FESTIVAL DA NOSSA TERRA: um evento de beneficência que celebra a nossa "terra", o que significa a terra em que vivemos, a nossa terra, significando a vila de Gradil a que chamamos nossa, e a nossa terra, significando o pedaço real de terra que temos o privilégio de administrar.

Sentimos um grande apoio dos "locais" e de um grupo de amigos alemães liderados por Joachim Goll, que tem sido a força motriz por trás do primeiro Festival em 2007. Ambos os grupos têm crescido em número, desenvolveram-se amizades e assim o nosso Festival parece superar-se a si próprio todos os anos.

Os petiscos gastronómicos incluem assados de porco, pão de Mafra cozido em forno de lenha pela Virgínia e pela Maria da Luz, "Água-pé" com castanhas assadas, a famosa "Sopa da Pedra" dos Eduardo Zé e Ribeiro, tarte de cebola Alemã feito pela Sylvia, arroz doce, waffles deliciosas, tudo desfrutado em trajes tradicionais da Baviera, grupos de dança folclórica em trajes regionais, entretenimento para grandes e pequenos, os excelentes Cottas Club Jazz, Rui Franjas KoolJazz, Fires, Fun e Fandango!

Contacto

Os nossos Vinhos

Com atualmente cerca de doze hectares de vinha plantada, produzimos uma variedade surpreendente de vinhos diferentes, cinco tintos e cinco brancos, dos quais seis são monocastas